Junte-se aos mais de 15 mil seguidores do IMP

revista-automacao.com
Gemu Group News

VÁLVULAS PARA ENVASE QUE EVITAM DESPERDÍCIO SÃO DESTAQUE NA FISPAL TECNOLOGIA

GEMÜ do Brasil leva à feira sua revolucionária linha de equipamentos para bebidas e alimentos pastosos.

VÁLVULAS PARA ENVASE QUE EVITAM DESPERDÍCIO SÃO DESTAQUE NA FISPAL TECNOLOGIA

De acordo com a FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura), a pandemia e a guerra na Ucrânia causaram a piora dos índices alimentares no mundo, e num futuro próximo teremos 82 milhões de pessoas que passarão fome, e mais 1,2 bilhão em estado de subnutrição. Essa calamidade traz o desafio à indústria de reduzir desperdícios, aumentar a produtividade e ainda baixar custos.

Visando melhores resultados para a produtividade do setor e direcionada para contribuir com os problemas sociais que estão atrelados à escassez de alimentos, a GEMÜ traz ao país a última geração em tecnologias em válvulas de envase para alimentos e bebidas, do líquido ao pastoso, que tem como diferencial a mais alta precisão em termos de controle sanitário e estéril. O produto estará em demonstração na feira Fispal Tecnologia, de 21 a 24 de junho de 2022, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center.

“A tecnologia Plug & Diaphragm da GEMÜ permite economizar produto e recursos durante o envase, minimizando perdas ocasionadas por baixa precisão de controle no processo”, explica Michelle Branco, do departamento comercial da área Pharma, Food & Biotech (PF&B) da GEMÜ do Brasil. A precisão no envase de líquidos e pastosos traz maior rentabilidade, ajudando o fabricante a calibrar o volume exato de bebida a ser envasada. O conceito ‘plug’ traz maior repetibilidade e melhor desempenho. Nessa linha, estão disponíveis os modelos GEMÜ F40 – válvula de alta ciclagem, de 2 a 3 vezes superior às válvulas de envase convencionais; GEMÜ F60, válvula que une a agilidade de envase da GEMÜ F40 com a precisão e variabilidade de curvas de envase; e GEMÜ 567 Bio Star Control, com foco em precisão de dosagem, envases precisos e delicados. Ambas com certificação para aplicação em ambientes sanitários e estéreis, trazendo mais segurança microbiológica, que os processos PF&B requerem. Com elas, o processo se torna mais preciso, proporcionando que a empresa sempre tenha a mesma quantidade de produto líquido ao encher uma garrafa, por exemplo, e consequentemente gerando menos descarte de produto e embalagens.

Além disso, a vida útil do novo conjunto atuador/plug é de pelo menos 10 milhões de ciclos – medida equivalente à abertura e fechamento da válvula – considerando fluidos líquidos e sem particulados acima de 3 mm. Como forma de comparação, a durabilidade de atuadores industriais tradicionais é de apenas 3 a 4 milhões de ciclos. “A tecnologia Plug & Diaphragm permite ainda o menor tempo de parada de máquinas para manutenção – é no momento de falha das válvulas que ocorrem as maiores perdas por vazamento, além do tempo desprendido do operador e da máquina quando há maior tempo de reparo”, esclarece Michelle.

A válvula GEMÜ F40, com tecnologia inédita Plug & Diaphragm, tem a substituição feita com uma simples troca do conjunto em cartucho do atuador e plug, sem o uso de ferramentas especiais. “As máquinas de envase podem assim operar com maior produtividade e menor tempo de parada para manutenção. Resumindo, ela traz melhor performance geral e maior lucratividade.”

Limpeza de linhas de processo de alimentos também requer tecnologia
A GEMÜ também leva à Fispal equipamentos para black utilities, tradicionais nas linhas de produção de alimentos , com destaque para as válvulas globo e esfera, que permitem fazer o controle de dosagem, além da válvula diafragma, presente em inúmeros setores que requerem limpeza máxima. “Elas são feitas em materiais próprios que aguentam as altas pressões e temperaturas necessárias, bem como os produtos químicos abrasivos próprios para sanitização de sistemas”, explica Michelle.

www.gemu-group.com

  Peça mais informações…

LinkedIn
Pinterest

Junte-se aos mais de 15 mil seguidores do IMP