A HMS apresenta novos gateways Anybus para PROFINET IRT v2.3

A HMS apresenta novos gateways Anybus para PROFINET IRT v2.3

A HMS Industrial Networks lança agora novas versões de seus amplamente usados gateways Anybus para PROFINET IRT. As novas versões permitem que construtores de máquinas e integradores de sistemas conectem qualquer dispositivo, máquina ou rede industrial a PROFINET IRT e respeitem todos os mais recentes requisitos da especificação PROFINET v2.3 e posteriores.

O que são gateways Anybus?

Os gateways Anybus permitem a comunicação entre máquinas e redes industriais, com especial foco em redes fieldbus e Ethernet industrial. Os gateways Anybus X conectam quaisquer duas redes industriais, enquanto os Anybus Communicators conectam dispositivos não ligados em rede através de uma linha serial (RS232/422/485) ou de uma interface CAN a todas a principais redes fieldbus e Ethernet industriais.

Novas combinações de rede lançadas no âmbito da linha de gateways Anybus X

Todos os gateways Anybus X para PROFINET IRT são agora atualizados de maneira a respeitarem a especificação PROFINET v2.3, permitindo conectividade atualizada e conforme entre PROFINET IRT e um vasto número de diferentes redes industriais como EtherNet/IP, EtherCAT, Modbus-TCP e PROFIBUS.

Os novos Anybus Communicators permitem a comunicação de dispositivos seriais em PROFINET IRT

A HMS também pode fornecer Anybus Communicators para PROFINET IRT que permitem a comunicação de qualquer dispositivo serial (RS232/422/485) ou baseado em CAN em PROFINET IRT v2.3. Todos os gateways são submetidos a testes de conformidade de rede.

Os gateways Anybus permitem que os usuários cumpram os requisitos do grupo AIDA

“A nova norma PROFINET IRT v2.3 estabelece requisitos rigorosos no que diz respeito ao desempenho de rede PROFINET”, comenta Markus Bladh, gestor de produto na HMS.

“Uma vez que sempre procuramos disponibilizar compatibilidade com as mais recentes normas aplicáveis a redes, implementamos nosso premiado processador de rede Anybus NP40 nos novos gateways para fazer face às exigências da norma PROFINET v2.3. Isso significa que os usuários podem respeitar os requisitos do grupo AIDA (Fabricantes de Automóveis Alemães) e produzir equipamentos de automação que cumprem suas normas, bastando para isso conectar um gateway Anybus.”

Principais características técnicas

Todas as novas versões suportam as Classes 1 e 3 de PROFINET RT e possuem um comutador Ethernet PROFINET IRT “cut-through” implementado no processador do módulo – ideal para quando é necessária latência verdadeiramente baixa, ao nível do microssegundo. Os gateways são submetidos a testes de conformidade de maneira a cumprirem as Classes A, B e C. A configuração de dispositivos principais e secundários PROFINET IRT pode ser feita através da interface web incorporada ou importando o arquivo .GSDML fornecido para a ferramenta de engenharia do CLP de controle.

IRT significa “Isochronous Real-Time” (tempo real isócrono), o que significa que os ciclos de troca de dados são normalmente realizados em tempos que podem ir de algumas centenas de microssegundos até alguns milissegundos. A diferença em relação à comunicação em tempo real é essencialmente o elevado nível de determinismo, para que os ciclos de redes sejam iniciados com elevada precisão. O início de um ciclo de rede pode apresentar um desvio de 1 µs (tremulação). A IRT é necessária para, por exemplo, aplicações de controle de movimento (processos de controle de posicionamento) pois os dispositivos usados nessas aplicações têm que funcionar de maneira sincronizada.

#
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Free WordPress Themes - Download High-quality Templates